AutoCAD – DWG Como limpar?

Uma das maiores dificuldades de se trabalhar diariamente com o AutoCAD é a facilidade de se encontrar problemas relacionados a travamentos ou a “fatal error” no arquivo, além de DWGs com tamanho muito grande, problemas para copiar e colar, etc. Frequentemente esses problemas estão relacionados a excesso de objetos inúteis ou corrompidos no arquivo. Aqui vou listar algumas formas de manter os seus projetos sempre limpos e seguros.
É responsabilidade dos projetistas, júnior ou sênior, manter seus arquivos bem cuidados. DWGs corrompidos passados à diante podem provocar perdas significativas de horas de trabalho tanto para os clientes quanto para outros profissionais CAD.

Os comandos mais conhecidos do AutoCAD para limpeza de arquivo são o Purge e o Audit.

Caso você não conheça o Purge (do Inglês: purgar/purificar) ele serve para excluir itens que você não está usando no momento como layers, blocos, cotas, etc. É interessante que, conforme o avanço do trabalho, você procure por linhas, blocos e layers perdidos no arquivo e delete-os para depois com o uso do Purge poder limpar o arquivo.

Comando Purge e enter > opção Purge All > opção Purge All Itens

 

Já o Audit, seu melhor amigo, tem como objetivo conferir todo o código do seu DWG em busca de problemas, se ele encontrar algum erro vai consertar sozinho. É sempre recomendável usar esse comando várias vezes durante o trabalho.

Comando Audit e enter > letra Y e enter.

Agora, um pequeno segredo, existe uma opção no AutoCAD chamada -purge que faz as mesmas coisas que o Purge normal, só que não abre uma janela interativa e permite excluir mais um tipo de item. Os regapps, comando que se refere aos registros de aplicações. Em muitos casos, alguns desenhos e blocos do projeto tem como origem programas como Revit, Sketchup, etc. Usar o –purge dessa forma, permite eliminar algumas sobras desses programas.

Comando -Purge e enter > Letra R e Enter > Enter > E por último N e enter para não verificar registro por registro. Verifique o tamanho do arquivo e ele deverá ter diminuído um pouco.

DGNPurge – Agora, esse foi muito útil para mim. Ele permite eliminar algumas Linetypes referenciadas no arquivo, em muitos casos essas Linetypes nem estão sendo usadas no DWG, mas não somem com o purge normal. Em alguns casos os comandos Ctrl+C e Ctrl+V no AutoCAD deixam de funcionar e você não consegue Copiar e Colar no DWG. DGN é a extensão de arquivo dos programas CAD da Bentely Systems e essas linetypes tem origem em seus softwares. Já deu para perceber que o AutoCAD não se dá muito bem com elas. Para eliminá-las você deverá usar esse comando, mas note que ele não é um comando nativo do AutoCAD, portanto você terá que baixar e instalar o comando antes de poder usar. Você poderá baixá-lo através desse link:
https://knowledge.autodesk.com/
*Para as versões 2015 em diante, basta dar um purge normal e selecionar a opção “Automatically Purge Orphaned Data”. O ideal é sempre estar utilizando as últimas versões do AutoCAD, para garantir que esteja usando as melhores ferramentas e recursos da Autodesk.

Frequentemente encontro arquivos com referências a imagens ou outros arquivos. É recomendado abrir o Painel de Referências Externas Comando XREF e dar uma olhada por itens que você não precisa ter ou que embora referenciados pelo AutoCAD, você não possua. Para remover esses itens, clique no item com o botão direito do mouse e escolha a opção Detach.

Evite explodir tudo. Em algumas situações, principalmente com o prazo no pescoço, é instintivo que usuários de AutoCAD explodam blocos e polylines para fazer alguma alteração ou resolver alguma problema. No entanto, é importante lembrar que quanto mais linhas diferentes seu arquivo possuir, mais pesado ficará, além de aumentar a chance de algum desenho se corromper. Sempre que possível, faça bom uso de blocos e principalmente de polylines. Evite lines. O comando Join é teu amigo.

Sempre que for copiar muita informação para o seu arquivo, lembre-se de conferir o que está copiando. As vezes um simples desenho pode trazer dezenas de layers, estilos de texto, blocos, etc para o seu projeto, podendo trazer problemas. Na dúvida, tente copiar primeiro para um arquivo em branco, separar o que quer e copiar para você.

Uma coisa que costumo encontrar problemas é fonte e texto. Já encontrei texto voando por ai, texto movendo de lugar, texto plotando errado, texto plotando com bolinhas. Sempre é recomendável dar uma olhada nas suas fontes e estilos de texto, evite usar estilos de texto com a mesma fonte, o que for possível mesclar ou configurar manualmente faça. Também procure evitar fontes muito diferentes, escolha o básico, Arial, Times New Roman, etc.

Se nada der certo, recorra ao WBLOCK, essa ferramenta, extremamente valiosa permite extrair um trecho de seu desenho (ou o desenho todo) e recriá-lo em outro arquivo DWG, evitando que assim, um desenho ou layer corrompido seja copiado para esse novo arquivo. Esse comando já me salvou de vários problemas.

Comando Wblock e enter > opção Select Objects e selecione os objetos > opção Ok

E você, lembrou de mais alguma ferramenta boa que costuma usar?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *